Gestão e Estratégia

Os 5 maiores erros na gestão das clínicas odontológicas

erros gestão odontológica

Durante a gestão de uma clínica odontológica, muitos erros podem ser cometidos. Mas se o dentista conhecer os principais, ele saberá como contorná-los.

É muito comum dentistas recém-formados acreditarem que basta colocar a clínica em uma boa localização, colocar equipamentos de ótima qualidade, deixar ele “bonitinho” e como num passe de mágica, pacientes e dinheiro entrarão aos montes.  Um doce e mortal engano!

Devido ao alto número de profissionais na área, destacar-se no mercado ficou cada vez mais difícil. Afinal, uma clínica não se faz sozinha recebendo pacientes. Ela precisa chegar até os mesmo para que eles a conheçam.

Há vários erros, e alguns deles podem ser facilmente evitados, caso a pessoa saiba como administrá-los. Uma vez que uma clínica vende seus serviços, ela deve sempre ser vista como empresa.

Enxergando a clínica odontológica como empresa, novos ares são percebidos, e nota-se uma maior facilidade em compreender as formas de chegar até o público. Mas enganam-se os que pensam que esse é apenas o erro máximo da administração de clínicas odontológicas.

Confira na relação a seguir, uma lista contendo os erros que não devem fazer parte da administração de sua clínica.

Os 5 erros mais comuns que devem ser evitados

É conhecendo os erros que os caminhos para os acertos são descobertos. Portanto, destacar o que pode estar sendo um erro ajuda a vislumbrar uma luz no fim do túnel.

1) Falta de organização

A falta de organização atrapalha qualquer negócio. Não estar a par das informações necessárias para a gestão é geralmente o que leva ao fim de um empreendimento.

Fichas perdidas, planilhas desconexas, folhas soltas; nada mais clama pelo fim do que uma organização fraca do seu negócio. Um consultório odontológico desorganizado é sinônimo de falência.

Se você se identificou com o cenário acima, sugiro que você leia um dos posts mais acessados aqui no blog: 8 dicas para manter seu consultório organizado.

2) Sem controle financeiro

O controle de gastos precisa estar na ponta da língua. Sem saber o quanto entra e o quanto sai, simplesmente esquece-se do que realmente se tem.

Desconhecer o fluxo de caixa, as inadimplências de pacientes ou os investimentos nulos são fatores propícios que levam a clínica a estagnação do crescimento ou ao fracasso.

cta ebook controle financeiro na odontologia
Baixe grátis nosso guia completo sobre o controle financeiro na odontologia

3) Vender a qualquer custo

Conversando com centenas de clientes espalhados pelo Brasil, encontramos as mais diversas negociações entre dentistas e pacientes em relação ao pagamento do tratamento. Algumas delas chegando a ser bizarras (na minha opinião)!

É muito comum ver acordos em que o paciente “vai pagando a medida que der”. Quando esse pensamento chega à porta do consultório odontológico, prepare-se, pois dias piores virão.

Uma clínica odontológica não deve flexibilizar demais a forma de pagamento somente para garantir a venda. Isso porque esse tipo de acordo dá a falsa sensação de que você receberá o dinheiro da venda, mas no entanto, essa prática faz explodir a inadimplência do consultório, abandono de tratamento, faltas e etc. É melhor não vender do que vender errado!

É preciso saber vender um plano de tratamento de maneira a firmar um compromisso entre paciente e dentista. Por isso, firmar contratos e parcelas fixas é fundamental.

ebook vender plano de tratamento
Aprenda como vender o plano de tratamento para seus pacientes

4) Não investir constantemente em marketing

O marketing em qualquer negócio é imprescindível. Entretanto, é muito comum ver clínicas apostando apenas em boca-a-boca para o crescimento do negócio. Isso é um desperdício do potencial do seu negócio.

Se você já cria uma boa experiência de atendimento e seus pacientes te indicam muito, investir em marketing ajudará a potencializar os efeitos. Isso porque além dos pacientes indicados, você atrairá pacientes que nunca ouviram falar de você, os quais conhecerão a sua clínica e serão novos promotores da sua marca.

Outro ponto de destaque é que o investimento em marketing deve ser contínuo. Não adianta fazer um anúncio no Facebook ou na rádio local uma vez por ano. Separe um orçamento mensal e invista constantemente. A mágica da constância é  que os resultados tendem a ser cada vez melhores com o mesmo investimento ao longo do tempo.

cta ebook marketing odontologia
Um guia completo para você planejar e executar sua estratégia de marketing.

5) Ausência de plano estratégico

Não adianta apenas pensar no dia ou mês atual. É necessário fazer uma mensuração de resultados passados e projetar os futuros.

Acompanhar os indicadores vitais para uma clínica de sucesso e traçar metas para eles para os próximos meses é fundamental para a continuidade e crescimento do negócio. Só assim ele poderá prosperar e evoluir numa futura estabilidade planejada.

ebook planejamento estratégico na odontologia
Um guia completo para planejar a estratégia de crescimento da sua clínica.

Conhecendo os erros para acertar em cheio

Através dos erros é que os acertos surgem; esse é o valor da experiência. No entanto, quando se trata de gestão de clínicas odontológicas, é possível já saber os erros para pular diretamente para os acertos.

Com uma boa instalação, seguindo as dicas em questão e mantendo um bom relacionamento com os pacientes, o sucesso será certo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *